Seguimos vôo, livre, escolha feita, ao Um! CoraçãoLuz indica o caminho. Vamos!

Salve, Viajantes!

18 de abr de 2010

As chaves de Enoch: "Biologia Molecular" - Parte I





As chaves dos futuros luminares nos dizem que a biologia molecular trabalhará com a astronomia médica no sentido de ajustar as flutuações de pressão geométrica que fundamentam os mecanismos controladores das “Imunorreações” para “Novos Membros", “Novos Órgãos", “Novos Tecidos”, com “Novas" linhas axiotonais estimuladas por calibrações de temperatura-de-ruído.


1. Está em andamento dentro de todos os sistemas biológicos uma trajetória de permutabilidade para padronizar níveis vibratórios especiais. Nosso corpo galáctico de criação controla suas funções renovadoras mediante linhas axiatonais meridianas, as quais são o equivalente das linhas da acupuntura que podem se conectar com sistemas estelares ressonantes.


2. Estas linhas axiatonais não estão limitadas a um corpo físico ou a uma criação biológica, mas são ilimitadas e podem conectar o veículo corporal com as linhas axiatonais que emanam de numerosas populações estelares e que existem como mecanismos do código químico.


3 Quando o Homem puder descobrir a conexão entre seu espaço de vida e as malhas axiatonais controlando o corpo através da divisão celular contínua, o Homem terá uma nova superciência conhecida como astronomia médica.


4. Pois o corpo humano é um microcosmo ou um pequeno campo de espaço-tempo dentro de um campo maior. Se pudermos manter esta visão, podemos reconhecer que a acupuntura é uma das primeiras demonstrações empíricas do escalonamento biológico dentro do universo.


5. Se formos abordar a acupuntura do ponto de vista da biofísica e entender também os campos de força superiores que atravessam o sistema humano como um pequeno universo sem limites, então podemos entender como este organismo pensante conhecido como ser humano pode se conectar com outros organismos pensantes dentro do universo local.


6. Em essência, o Homem é um subsistema biológico flutuante que existe entre campos Magnéticos. Os campos Magnéticos modelam as linhas embriológicas de crescimento e correspondem às malhas magnéticas delineadas dentro do corpo.


7. Estas linhas embriológicas são controladas por relógios bioquímicas que, por sua vez, são controlados pelos fatores de ressonância magnética no universo imediato.


8. Respostas aos problemas de crescimento, ligados aos relógios bioquímicos no corpo humano, virão dos experimentos conduzidos fora do campo eletromagnético e gravitacional da Terra.


9. A evolução humana é um "experimento pré-condicionado" dentro de um mundo de relatividade causal. Sem a programação evolutiva superior ou a programação direta por parte de uma inteligência do Eu Superior, o sistema biológico humano deve retornar ao fluxo geral dos campos Magnéticos quando o sistema é desincorporado.


10. Quando o Homem é programado diretamente por um Eu Superior, já não é mantido na escravidão bioquímica dentro de uma consciência tridimensional pelas "realidades aparentes" da Terra.


11. Neste caso, o corpo é uma malha de domínios magnéticos que se move entre o projeto original do Eu Superior e os ângulos do padrão dos órgãos humanos (i. e., a relação axial).


12. As linhas que unem estes domínios magnéticos são as linhas axiatonais.


13. As linhas axiatonais podem existir independentemente do Eu Superior, porém ainda necessitam das funções reguladoras da Evolução Superior.


14. As funções reguladoras são necessárias porque as estruturas de malhas axiatonais passam por várias ordens evolutivas, todas operando no mesmo espaço local de vida e dele compartilhando em diferentes dimensões de atividade.


15. Portanto, as malhas axiatonais tendem a entrar na atividade biológica e interfacear com esta atividade que transcorre nas frequências vibratórias superiores ou inferiores dentro do espaço usado por diversas espécies biológicas. Mas estas malhas não são regidas pelas leis e pelos mecanismos. que controlam a evolução física, pois operam por meio de seu próprio aumento de energia para manutenção.


16. Todavia, neste planeta é importante saber que as linhas de acupuntura, enquanto linhas de acupuntura, podem ser obtidas com linhas axiatonais "progressivas" e "regressivas". Isto se deve aos efeitos residuais da rebelião humana.


17. Portanto, a acupuntura, conforme tem sido usada durante os últimos 12.000 anos de existência evolutiva, foi separada dos canais estelares superiores de programação "progressiva" quando as raças originais se rebelaram contra a programação do Pai. Isto fez com que os doze meridianos biofísicos fossem separados da conexão direta com o Eu Superior.


18. Além disso, a interconexão biológica com a astronomia superior se perdeu nessa época, o que requer a intervenção do Ofício do Cristo para reestruturar as linhas axiatonais.

 
19. Até agora o corpo tem permanecido em atividade nos níveis biológicos moleculares somente com padrões limitados de ressonância magnética, para continuar as funções dos aminoácidos, os elementos constituintes da vida.


20. Por isto, apareceram características não-Adâmicas na raça humana porque os níveis biológicos moleculares foram separados do sistema de transmissão de dados que sustentava os mecanismos da astronomia médica assim como das atividades bioelétricas da Evolução Superior.


21. Em outras palavras, o Homem foi separado dos pontos estelares superiores que são necessários para manter uma forma aperfeiçoada do Adam Kadmon.


22. A fim de reconectar a interconexão biológica com os planos de energia superiores servindo à programação evolutiva superior, as linhas de acupuntura do antigo programa têm de ser unidas às "novas" linhas axiatonais' (em suas interseções) se as malhas celulares não estão em harmonia com todas as manifestações físicas permitidas pela hierarquia governante.


23. Isto representa a união da biologia molecular com a astronomia médica dentro dos programas da criação.


24. Atualmente, o Homem está sendo promovido a um novo programa biológico de criação.


25. Este avanço requer que suas linhas de acupuntura sejam extendidas até as linhas axiatonais que se conectarão diretamente com o Eu Superior; porque se o Homem quiser entrar em um desenvolvimento posterior da alma, ele. deve conectar suas linhas axiatonais com seu Eu Superior que também está ascendendo ao próximo nível quântico do Adam Kadmon, assim como o corpo do Adam Kadmon está ascendendo a um programa inteiramente novo em nosso universo Filho.


26. Assim, o Adam Kadmon adquire a próxima definição do Pai Divino por intermédio de Metatron. O Pai Divino chama diante de Si a Unidade que foi perfeitamente equilibrada entre o corpo do último Adam Kadmon e o corpo físico-espiritual do primeiro Adam Kadmon, antes que o Cristo coletivo como o Primeiro e o Último possa oferecer este éon ao Pai, e entrar em um novo éon da Luz Vivente.


27. Assim, a criação física já não está separada do divino Ain Soph devido à queda do último éon, mas está restaurada através da Luz Crística que penetra o carnal, e da Luz Divina que penetra o Eu Superior para que ambos os corpos aperfeiçoados, o espiritual e o físico, possam se unificar diante dos olhos do Pai.


28 Atualmente está sendo criada toda uma nova espécie através da reunião do Eu Superior Adâmico com a criação humana, o que permitirá que esta expressão biológico-espiritual da Raça do Cristo seja avançada à próxima zona temporal consciencial de criação.


29. As linhas axiais fazem parte de um sistema circulatório de quinta dimensão combinando cor e som, que são utilizadas para obter do corpo do Eu Superior a energia básica usada para as funções renovadoras do corpo humano em evolução.


30. De maneira oposta, as linhas axiatonais operam antes do potencial ativador da vida da espécie humana.


31. Além disso, elas unificam as importantíssimas vibrações tonais regulando cada eixo e todas as atividades ultra-sônicas conectadas com as cores de cura que se relacionam com cada tom e os múltiplos deste.


32. Assim, a linhas axiatonais podem ser usadas para a regeneração completa de um órgão e inclusive para ressuscitar os mortos, quando ativadas pelas energias corretas.


33. Esta Chave vai ser usada no momento em que as malhas moleculares da evolução humana estejam em alinhamento direto com as malhas ressonantes da evolução superior, permitindo que as pulsações ultrasônicas levem em conta as alterações diretas dentro dos corpos vasculares.


34. A astronomia médica, juntamente com a biologia molecular (quando este elo de comunicação dual for recuperado), permitirá que as moléculas do DNA levem as células a alterar suas propriedades normais, que então receberão as transmissões genéticas originais (do Adam Kadmon), dadas a uma célula através de um "ponto de spin" ou vórtice. Estas transmissões nos pontos de spin provê em uma instrução regeneradora para a produção de enzimas e proteínas que são os elementos constituintes do "novo tecido" ou da "nova forma do órgão" que é regenerado no plano físico.


35. As linhas axiatonais, deste modo, dão origem a novos padrões de circunvolução celular.


36. A projeção de energia ao ponto de spin possibilita a formação de um blastema (massa de um tipo primitivo de células) que dá origem ao tecido regenerado.


37. Deste modo, através do ponto de spin, as células se convertem no tecido responsável pela geração e transmissão dos sinais de corrente direta usados nos processos de regeneração.


38. Sob as condições biológicas atuais, o desenvolvimento evolutivo nos corpos viventes desde o primeiríssimo início segue a semicondutividade unicelular, como uma matriz piezelétrica vivente através de etapas que permitem que os tecidos básicos primitivos (células da neuróglia, satélites e de Schwann) auxiliem os neurônios no sistema humano, onde a fonte principal é elétrica.


39. Isto se evidenciou especialmente na reação do crescimento ósseo ao esforço mecânico e a fraturas, em que se demonstrou a existência de sistemas de controle utilizando a eletricidade, tal como tem sido demonstrado.


40. Os potenciais de corrente direta, mensuráveis nas superfícies intactas de todos os seres vivos, demonstram o padrão de campo complexo que se relaciona espacialmente com a organização anatômica do sistema nervoso. Os mecanismos de controle e transmissão de dados nos organismos vivos foram limitados basicamente ao potencial de atividade neural, aos agentes químicos e aos sistemas DNA-RNA.

Fonte: " As chaves de Enoch".

Disponível em: http://www.scribd.com/doc/6610733/As-Chaves-de-Enoch

Nenhum comentário: